14 de out de 2013

Adaptação cinematográfica de A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS



O livro escrito por Markus Zusak que se tornou um best-seller instantaneamente ganha vida em breve, ao chegar as cinemas. O livro conta a história de Liesel Meminger que entre 1939 e 1943, encontrou a morte três vezes e saiu suficientemente viva das três ocasiões. Desde o início da vida de Liesel ela precisou achar formas de se convencer do sentido de sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona-de-casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, 'O manual do coveiro'. Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. E foram esses livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. 
Uma grande expectativa se inicia com a adaptação cinematográfica do livro "A Menina Que Roubava Livros". A obra de Markus Zusak gserá dirigida por Brian Percival, tendo como personagens principais Sophie Nélisse (no papel de Liesel Meminger), Geoffrey Rush e Emily Watson. O longa-metragem estreará em Novembro nos Estados Unidos e em Janeiro de 2014 no Brasil.
Clique em "Continuar Lendo..." para saber mais! =)









Na minha opinião o livro é fantástico, porém, muitas pessoas não concordam. É o livro mais diferente que já li pelo fato de 50% das pessoas que leram gostarem e 50% detestarem.

Críticas:

O Globo, "Segundo Caderno:
"Quase desconhecido no Brasil, o australiano boa-praça Zusak conquistou os leitores com esta história contada pela Morte, sobre uma menina que encontra nos livros que rouba um abrigo para sobreviver à Segunda Guerra. Mais do que um inusitado romance histórico, uma narrativa sobre o amor à literatura."

O Globo, "Prosa & Verso":
"O amor pelos livros conduz e sustenta a engenhosa estrutura do romance."

USA Today:  
"A menina que roubava livros é perturbador, nada sentimental e, ainda assim, essencialmente poético. A crueldade e a tragédia perpassam a mente do leitor como um filme preto-e-branco, destituído das cores da vida. Zusak pode não ter vivido sob a dominação nazista, mas A menina que roubava livros merece um lugar na mesma prateleira de Diário de Anne Frank e de A noite, de Elie Wiesel. Parece fadado a se tornar um clássico."

O Estado de São Paulo:
"O que interessa é seu trabalho com a linguagem, em que Zusak cria um discurso próprio para a personagem Morte (...)."

Época:
"A leveza com que crianças e adolescentes atravessam um dos períodos mais dramáticos da História é um dos trunfos desse belo livro."

The New York Times
"Brilhante e altamente ambicioso... Há quem diga que um livro tão difícil e triste não seja adequado para adolescentes... Adultos provavelmente gostarão (este aqui gostou), mas é um grande romance jovem-adulto... É o tipo do livro que pode mudar a vida (...)."

Ansiosos para a estreia de A Menina Que Roubava Livros? Deixe sua opinião abaixo!

Matéria: Brennda Armendane
Fotos: Divulgação
Críticas: Intrínseca

10 comentários:

  1. Oi querida!!!
    Estou com muita vontade de ver esse filme. Eu vi o trailer há algum tempo, só ainda tive tempo de ver.
    O livro, eu também tenho ouvi falar. Uma colega minha na faculdade me disse que o livro é bem diferente do filme...as características dos personagens, por exemplo, são diferentes.
    Então estou bem curiosa, sobre os dois!!
    Beijinhos ^^

    http://pinkcupcakecris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane, posso lhe garantir que o livro é ótimo, mas o filme eu não sei. Vamos ver, né? Haha! (Vou visitar seu blog)

      Excluir
  2. Você nao imagina a felicidade em que fiquei ao saber que este livro esta sendo adaptado para um filme. Ele é uns dos meus favoritos.
    http://quaseinvisivel-blog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas, haha! (Vou visitar seu blog)

      Excluir
  3. Deuses! Quero muito ver esse filme *-*

    http://blogerplocker.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É verdade, esse livro é um grande divisor de opiniões justamente por ser tão diferente. Sou apaixonada por ele e mal posso esperar pelo filme! <3

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você e também estarei esperando pelo filme mais do que nunca! :3 (Vou visitar seu blog)

      Excluir