18 de out de 2013

Resenha: O menino do Pijama Listrado - John Boyne


Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.


Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.


Para ler a minha resenha, clique em "Continuar Lendo..." [NO SPOILERS]





MINHA RESENHA: Bruno tem nove anos e não faz ideia do que se passa em seu país. Ele é obrigado a abandonar sua casa em Berlim e se muda para uma casa bem distante de tudo, sem nenhuma criança para brincar, sem nada para "explorar". Do seu quarto Bruno consegue ver uma cerca, com centenas de pessoas todas com os mesmos "pijamas listrados", com toda sua ingenuidade ele anda em torno na cerca em busca de aventura, porém acaba encontrando Shmuel, um menino que vive do outro lado da cerca. O tempo passa e eles ficam muito amigos e com isso acontecem muitas outras coisas.

MINHA OPINIÃO: Eu sempre ouvi falar sobre esse livro e fiquei curiosa para ler esse livro. Li ele para uma prova da minha escola, eu li e vi o filme. Sinceramente eu não achei o livro tão emocionante quanto o filme. Não vou dizer que o livro é ruim, mas eu li com a expectativa do livro ser melhor que o filme e quando eu acabei a leitura e, eu prefiro o filme. 

Minha nota para esse livro é 3. Dou nota 3 porque como eu disse ele não superou minhas expectativas, eu esperava chorar horrores lendo esse livro como eu chorei vendo o filme, porém ele não me "tocou" emocionalmente. E também porque esse livro não é tão chato de se ler, ele é fino, é uma leitura rápida.



Sinopse: Skoob
Foto: http://blog.anjo.com.br/
Resenha: Maria Aparecida E.


7 comentários:

  1. Chorei liiiiiiiiitros com o livro e com o filme =(

    ResponderExcluir
  2. Nunca tive vontade de ler o livro, parece ser beeem chato! kkk

    ResponderExcluir
  3. Particularmente, eu acho sempre mais impactante assistir à esse tipo de história, porque visualmente é muito mais apelativo. Eu gosto desse livro, porque ele é tão inocente sobre um assunto tenebroso. Ele é forte, tem o intuito de chocar, mas não de emocionar a ponto de lágrimas - na minha opinião.
    E, por incrível que pareça, eu nunca assisti ao filme, apesar de tê-lo em casa.

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu jah ouvi demais falar do livro e do filme!!
    Mas eu sou mega sensível e sei que não vai dar muito certo! Hehehe
    Sei que vou me emocionar demais...então eu evito!
    Mas, me conta uma coisa...tu leu o livro primeiro? Ou viu o filme primeiro?
    Normalmente, quando a gente vê o filme primeiro, acabamos preferindo um filme mesmo!
    Beijinhos^^

    http://pinkcupcakecris.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu vi o filme e chorei tanto! Ai não tive coragem de ler o livro, sempre choro mais ><

    http://blogerplocker.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aii que pena que você não gostou tanto, eu nunca li o livro
    mas tenho bastante curiosidade, já o filme eu não me lembro se já assisti :x
    Beijos

    Imagine Belle

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, quero muito ler esse livro, vim avisar que te marquei numa brincadeira literária

    http://lerparaesclarecer.blogspot.com.br/2013/12/vamos-brincar.html

    ResponderExcluir